Londrina sedia segunda edição do Startup Weekend,maior evento de empreendedorismo do mundo

Startup Weekend já foi realizado em mais de 100 países e estimulou a criação de mais de 8 mil negócios inovadores; fórum de colaboração incentiva e inspira futuros empreendedores

A segunda edição do maior evento de empreendedorismo do mundo, o Startup Weekend, será realizada em Londrina, de 24 a 26 de junho. O evento é patrocinado pelo Sebrae/PR e promove o encontro entre empreendedores interessados em startups e mentores, que são designers e programadores com a missão de ajudar os participantes a ‘colocar as mãos à massa’.

Fabrício Bianchi, consultor do Sebrae/PR e gestor de projetos relacionados às startups no norte do Paraná, explica que startups são empresas inovadoras em qualquer área ou ramo de atividade, que procuram desenvolver um modelo de negócio escalável e repetível. Segundo ele, esse modelo de negócio é uma tendência em todo o mundo.

“Por essa, razão, as startups fazem parte de uma das linhas estratégicas de atuação do Sebrae/PR, o que significa que a entidade realiza ações e disponibiliza recursos com a finalidade de contribuir com o desenvolvimento dessas empresas inovadoras. Patrocinar um evento como Startup Weekend é uma forma de ampliar a rede de contatos dos empreendedores da região e de contribuir com a criação e crescimento sustentável dos empreendimentos. Os projetos desenvolvidos durante a primeira edição do evento, em agosto do ano passado, foram surpreendentes e a nossa expectativa para a nova edição é muito boa”, diz.

O Startup Weekend é uma rede global de líderes e empreendedores cuja missão é inspirar, educar e capacitar indivíduos, equipes e comunidades. Mais de 8 mil startups foram criadas em eventos realizados em cerca de 100 países. Trata-se de um evento de imersão, durante um final de semana, onde os aspirantes a empreendedores podem descobrir se suas ideias de startups são viáveis. Trata-se também de uma oportunidade para compartilhar ideias, conhecer novos parceiros e lançar startups.

O Startup Weekend segue um modelo padrão em todas as cidades onde é realizado. Qualquer pessoa está convidada para participar e expor ideias que se enquadram no conceito de startup. O público irá receber ainda o feedback dos mentores e demais participantes sobre a sua proposta.

A programação conta também com a formação de equipes em torno das melhores ideias, determinadas por votação. Daí em diante, serão 54 horas de criação de modelos de negócios, programação, design e validação de mercado. O fim de semana termina com a apresentação dos projetos com potencial de sucesso e, mais uma vez, os participantes receberão o feedback dos mentores.

O evento inicia no 24 de junho, às 18 horas, e termina no dia 26, às 21 horas, no escritório do Sebrae/PR, que fica na Avenida Santos Dumont, nº 1.335. Mais informações e inscrições nos telefones: (43) 33738010 e (43) 33738012.

Inspiração

Após um final de semana inteiro de atividades e conexão entre empreendedores e mentores de todo País, a segunda edição do Startup Weekend em Londrina terminou com a criação de 15 novas empresas – a maioria voltada à área de tecnologia e inovação. Na competição de novos negócios, o projeto Horta na Porta ficou em primeiro lugar entre 52 ideias que foram apresentadas durante o evento.

A concepção do negócio é de duas nutricionistas de Brasília que comprovaram para os londrinenses que encomendar frutas e verduras pela internet é uma boa oportunidade para ganhar dinheiro. Durante o Startup Weekend, os integrantes do Horta na Porta produziram um site, lançaram a ideia nas redes sociais e, experimentalmente, venderam seis kits. O londrinense Luiz Vicente Rando Júnior é um dos integrantes do projeto Horta na Porta e pretende levar a ideia adiante. “Nós estamos analisando o mercado e já fizemos estudos de viabilidade para abrir o negócio”, conta.

Para Luiz Junior, a participação no Startup Weekend foi muito importante, principalmente para a descoberta de novos talentos no universo do empreendedorismo. “É um evento muito bacana. Descobrimos que é possível empreender e abrir um negócio em cima de uma ideia, se seguirmos algumas metodologias. O Startup Weekend abre novos horizontes e mostra que empreender é mais simples do que imaginamos”, avalia.

Tony Montezuma também é empreendedor e trabalha no ramo da internet há 15 anos. Para ele, que também participou da 1ª edição do evento, um dos maiores benefícios do Startup Weekend é o networking e o compartilhamento de ideias. A equipe de Montezuma criou um aplicativo para adultos, que modifica o final de histórias clássicas, como a da Chapeuzinho Vermelho, e ele relata que essa proposta inicial está sendo aprimorada. Em breve, o projeto vai sair do papel. “O projeto está evoluindo com o restante da equipe. Eles estão desenvolvendo jogos e outros projetos, a partir da ideia concebida no evento”, comenta Montezuma.

Ele já se inscreveu na segunda edição do Startup Weekend e estimula todas as pessoas que têm ideias interessantes a participarem. “Acredito que a segunda edição está ainda mais organizada e que os empreendedores estão mais preparados. O evento nos mostrou que as startups começam de forma simples e que os projetos vão se ajustando durante o processo de implementação”, analisa Tony Montezuma.

A empreendedora Mariana Bonora também aproveitou a experiência na 1ª edição do Startup Weekend como inspiração para abrir um novo negócio. “Na ocasião, criamos um gerador de documentos com ferramentas colaborativas e organização de minutas. O Startup Weekend foi o pontapé inicial para o desenvolvimento da ideia. Também tivemos a oportunidade de conhecer bastante gente”, destaca.

Hoje, Mariana também trabalha em outro projeto paralelo, que é fruto da participação de um evento semelhante, o Hackathon Smart Agro, que aconteceu em Londrina, no mês de abril. “Trata-se de um projeto semelhante, onde a geração de documentos contribui com a desburocratização nas empresas”, finaliza.

 

Fonte: www.bonde.com.br

Deixe uma resposta